16 de agosto de 2020

VRAJAPRADAMA MUDRA: SEGURANÇA E CONFIANÇA INABALÁVEIS




HUMBERTO J. MENEGHIN

Nem todas as situações e acontecimentos com os quais nos deparamos no dia a dia faz com que a gente se sinta seguro e confiante; o que é normal. No entanto, para reverter um estado mental e emocional que pode trazer insegurança e até medo, em vista de uma situação que vai acontecer daqui a pouco ou que até pode nos pegar de surpresa no “agora”, o vrajapradama mudra pode ser lembrado e aplicado.


Quando você estava na escola, quando criança ou adolescente provavelmente nutria aquela timidez e insegurança de apresentar um trabalho escolar na frente de todos; e, então, você podia achar que somente você tinha esse medo de falar em público e se apresentar porque aquele colega ia lá na frente e arrasava na apresentação; o que aumentava ainda mais o seu “medo” “ a sua “insegurança” de falar em público.

 

Embora muitos possam não ter passado por isso, terem sido populares e até ótimos apresentadores de trabalhos escolares, os anos passam e na vida adulta diante de inúmeros acontecimentos esse alguém se torna inseguro e com a confiança bem balançada quando se é colocado diante de certas situações, acontecimentos, uma pessoa e até mesmo numa apresentação pública que em época escolar costumava se sair muito bem.

 

Praticar ásanas do Yoga, realizar alguns pranayamas e tentar meditar são ótimas opções para restabelecer a confiança àqueles que passam por um momento de incerteza, insegurança, dúvidas e medo.

 

No entanto, realizar o vrajapradama mudra pode se tornar uma ferramenta eficiente, fácil, a qualquer hora, para aqueles que querem desenvolver ou retomar a confiança e a sensação de segurança quando se é preciso.

 





Para realizar o gesto da confiança inabalável que vai contribuir para liberar a insegurança que previamente alimentamos ou vivenciamos no momento presente, o praticante realiza as seguintes ações:

 

  1. Entrelace os dedos das mãos a sua frente como se fosse ler um livro, com as palmas voltadas para cima, em que as pontas laterais internas dos indicadores se tocam ao passo que os polegares ficam estendidos formando a letra “W” entre esses dedos;
  2. Consequentemente, considerando as palmas ainda voltadas para cima e você olhando para elas, o dedo médio da mão direita se entrelaça passando por cima do dedo anular da mão esquerda e por baixo do dedo médio desta mesma mão, estacionando a sua digital ponta no meio do indicador esquerdo;
  3. Por sua vez, o anular direito passa por cima do mínimo esquerdo e por baixo do anular esquerdo e o mínimo direito se cruza abaixo do mínimo esquerdo
  4. Apesar da descrição detalhada, na prática construir o vrajapradama mudra torna-se fácil e você poderá ainda manter as mãos como se estivesse lendo um livro, observando as sensações pelas palmas, abertas livres, os polegares, indicadores e o entrelaçamento que ocorre entre os demais dedos, permanecendo assim de cinco a dez minutos, com a respiração leve e suave. No entanto, se quiser, poderá manter o mudra trazendo as palmas voltadas para o centro do peito, tornando-se firme, forte, confiante e seguro. 


Vrajapradama mudra utilizado antes daquilo que você vai se deparar poderá mudar completamente o rumo do que poderia se esperar. Vrajapradama, no durante de um acontecimento que se pede segurança e confiança, você poderá ser questionado por que mantem as mãos desse jeito; e a resposta sutil e nada reveladora pode ser: “Ando digitando tanto esses dias que estou aproveitando para alongar os dedos, as mãos.”

E, ainda, aquelas situações e pensamentos fantasmas do passado que por vezes tendem a retornar à mente também poderão ir embora se você, de uma forma lúdica e criativa aplicar o vrajapradama mudra. 

Harih Om!

HUMBERTO J. MENEGHIN
é praticante e professor de Yoga em Campinas/São Paulo, Brazil. Tem Formação em Yoga com Pedro Kupfer e estuda Vedanta com Glória Arieira. 

Especializou-sem em Yoga Terapia Hormonal para a Menopausa e Problemas Hormonais com Dinah Rodrigues e também Yoga Terapia Hormonal para Diabetes e Hormônios Masculinos. 

Para o site www.yoga.pro.br escreveu vários artigos e traduziu textos sobre Vedanta de autoria de Sri Swami Dayananda Saraswati com quem já teve o privilégio de estudar nos Vedanta Camps em Rishikesh-Índia

Participou do Teacher Training de Ashtanga Vinyasa Yoga – Primeira Série – com David Swenson, em Austin, Texas, USA. 

Foi colunista do website da revista Yoga Journal Brasil.  Já estudou e praticou com professores de Yoga americanos em seis conferências da Yoga Journal Live New York. Edita e escreve para o blog Yogaemvoga. 

MARQUE PRÁTICAS & WORKSHOPS DE YOGA: humbertomeneghin@yahoo.com.br 

Curta/LIKE:

https://www.facebook.com/ADOROYOGA/


Nenhum comentário:

Postar um comentário