27 de novembro de 2014

YOGA EM VOGA ENTREVISTA – DINAH RODRIGUES




HUMBERTO MENEGHIN


YV – Antes de a senhora criar e desenvolver a técnica de Yoga Terapia Hormonal para problemas da Menopausa que tem ajudado muitas praticantes comprometidas reverter os efeitos inevitáveis da menopausa, como o Yoga surgiu na sua vida? Foi a senhora quem buscou por curiosidade o Yoga ou esse encontro aconteceu por acaso?

DINAHComecei a praticar Hatha- Yoga aos 30 anos, com Celeste Castilho, uma professora muito competente, pioneira do yoga no Brasil. Logo descobri que yoga era o caminho certo para mim e continuei praticando com esta mestra por muitos anos e aprendi muito.







YV – Foi no começo dos anos noventa que a senhora apresentou à comunidade do Yoga a técnica de Yoga Terapia Hormonal para problemas da Menopausa. Qual foi o insight que a inspirou criar e a desenvolver essa nova técnica? E, diante desta fantástica novidade, como a medicina, representada por endocrinologistas e ginecologistas reagiram e ainda reagem aos inúmeros resultados positivos no que concerne à diminuição dos sintomas e do reativação hormonal que ocorre de forma natural e holística nas praticantes que se dedicam à prática regular do YogaTerapia Hormonal?

DINAH – Sempre fui interessada em terapia, ajudar a melhorar sua saúde das pessoas. Mas a ideia de criar a  Yoga Terapia Hormonal para mulheres aconteceu deste modo: Fui a um ginecologista e ele achou que eu estava muito saudável para minha idade (63 anos ). Depois de responder a umas perguntas do Dr Luciano, comentei que eu poderia organizar uma série de exercícios de yoga para mulheres com problemas hormonais. Ele ficou entusiasmado, pois já estava informado do perigo que representa a HRT. Imediatamente sugeriu que as minhas alunas fizessem um teste de estrógeno antes e depois de alguns meses de prática.

Como minha mente é bem próxima da ciência, antes de mais nada, estudei na  fisiologia quais as glândulas que têm um função importante na produção dos hormônios femininos. Muitos médicos nunca praticaram yoga e não tiveram a experiência dos seus benefícios. Quando alguém falava em yoga terapia, os médicos logo pensavam em Meditação e achavam que não teria efeito nenhum na produção de hormônios. Mas um dia, o diretor da obstetrícia do Hospital das Clinicas me convidou para dar uma palestra para ginecologistas da faculdade de medicina da USP – isto aconteceu porque ele, praticante de yoga, já tinha sentido os seus resultados. A palestra foi um sucesso, pois os 33 ginecologistas presentes estavam muito atentos e interessados. 

Em seguida fui convidada também para dar palestra na UNIPAR (Paraná). Mas agora, depois de anos ensinando minha técnica a mais de 3000  mulheres, muitos médicos tomaram conhecimento e começaram a indicar  às suas pacientes a yoga terapia, pois é uma solução natural em substituição à HRT.









YV – Quem descobre algo novo e tem sucesso seja em qualquer área é passível de cópias, ou seja, a senhora é a criadora da técnica Yoga Terapia Hormonal para Problemas da Menopausa, também do Yoga Terapia Hormonal para Diabete e do Yoga Terapia Hormonal para Estresse e Andropausa/Homens; no entanto, mesmo sabendo que a senhora é quem criou a técnica daYTH, determinadas pessoas aproveitando o conhecimento e experiência desenvolvidos, recriam-na a seu modo, incluindo posturas diferentes, mantendo alguma coisa da técnica original. A senhora acha que essas recriações podem surtir algum efeito para aquelas que resolvem praticá-la? E, em relação a algumas pessoas sejam professoras de Yoga ou não, que não se especializaram em YTH e mesmo assim ministram práticas?

DINAH – Realmente isto é errado, e vou explicar porquê: Yoga Terapia Hormonal é considerado um Kryia, por  alguns Swamis (mestres ). Um Kryia é um conjunto de técnicas para obter um determinado resultado, que no nosso caso é reativar e equilibrar a produção a hormonal. 

Algumas pessoas têm a tentação de introduzir ou modificar algum exercício, muitas vezes com a intenção de melhorar ainda mais o resultado ou em  proveito próprio, lecionando sem ter sido preparadas. Mas a série de exercícios que eu organizei, foi muito bem estudada e seus resultados testados em pesquisa científica e sendo um Kryia, não deve ser modificada. 

Mas, alguém tentar lecionar Yoga Terapia Hormonal sem ter feito a especialização como yoga terapeuta hormonal não trás o  resultado esperado  ou pode até prejudicar alguma aluna. 






Além disto, a reserva de direitos deve ser respeitada – pois honestidade é um dos Yamas regras morais do yoga. DVDs e Posters de Yoga Terapia Hormonal também devem ser feitos só por mim, nos quais eu mesma demonstro os exercícios ensinando  todos os detalhes. A função do livro é descrever mais amplamente a influência dos hormônios na vida da mulher.


YV Quais a qualidades que um professora ou professor especializado em Yoga Terapia Hormonal /Menopausa/Diabete/Estresse - Andropausa deve ter para que as/os praticantes consigam colher com eficiência os benefícios proporcionados pelas técnicas?

DINAH – Um professor ou professora de yoga deve fazer os 3 níveis de especialização em que eu os preparo pessoalmente,  pois minha técnica é muito forte e apresenta  resultados muito rapidamente. Caso não haja a necessária especialização, pode até prejudicar alguma pessoa, ensinando os exercícios erradamente ou para mulheres para as quais a Yoga Terapia seja contraindicada.






YV – Nos dias atuais a maioria das mulheres dispensa extrema importância à carreira profissional, adiando o casamento para mais tarde, quando o nível hormonal já começou a baixar. Quando querem engravidar sentem dificuldades e algumas recorrem à reprodução assistida que demanda um investimento financeiro considerável por parte do casal e nem sempre o resultado almejado pode dar certo. A prática do Yoga Terapia Hormonal pode auxiliar essa mulher, que antes dava muita importância à carreira, concretizar o objetivo de engravidar e ter seu primeiro bebê? E, aquela que tem ovário policístico e endometriose também pode se beneficiar da prática do Yoga Terapia Hormonal e quem sabe ficar curada e grávida? Ou, para certos casos de ovário policístico e endometriose, apenas o procedimento médico e remédios químicos é que irão resolver o problema? A mulher que retirou os ovários pode praticar o YTH?

DINAH – Hoje em dia é muito comum, por razões profissionais, as mulheres adiarem por muitos anos primeira gravidez e isto realmente dificulta bastante. A Yoga Terapia Hormonal não só reativa a produção hormonal como também equilibra os dois principais hormônios femininos, preparando o útero para fixar o óvulo fecundado, o que possibilita a gravidez. Mulheres que tinham esta dificuldade, geralmente depois de praticar meus exercícios por 3 a 4 meses, engravidam naturalmente.

Porém, existem algumas condições que diminuem a fertilidade:

Ovário policístico (PO)  desequilibra os hormônios dificultando a possibilidade de engravidar.

Endometriose, uma doença com sérias consequências, pois se não for tratada logo no início, pode envolver os ovários e caso venha a se expandir ainda mais, atingindo a cavidade  abdominal. 

O recomendado é tratar a endometriose, pois causa dor e sangramento aumentado.A solução encontrada é a retirada cirúrgica do útero e até dos ovários atingidos.

Uma mulher sem o útero ou até sem ovários ela  deve praticar Yoga Terapia, pois terá resultados positivos, certamente não vai engravidar. Os resultados virão, embora um pouco menores, através da ação das suprarrenais.








YV – No mundo em que vivemos a beleza e a plasticidade estética das mulheres ganha muito valor e destaque na mídia exigindo que sejam fashion, bonitas, esbeltas e joviais. Com o passar dos anos, mesmo se salvaguardando de cirurgias plásticas seja na face, para aumento dos seios ou lipoaspiração, as mulheres não escapam da menopausa. Será que a maioria das mulheres quando apresentam os sintomas de que já estão na menopausa, sentem vergonha de assumir essa fase e preferem manter segredo sobre isso, pois entrar na menopausa significa perder a jovialidade? E, será que algumas mulheres que quando estão chegando à menopausa e sentem todos os sintomas característicos e não começam se tratar adequadamente seja através do Yoga Terapia Hormonal ou adotando a reposição hormonal via medicamentos, acabam por colocar a vida conjugal em risco e uma separação ou divórcio talvez possa acontecer ?

DINAH – Hoje em dia, as mulheres já estão melhor informadas sobre a menopausa e o que elas querem é principalmente eliminar os sintomas que são muito desagradáveis.

Para as mulheres a beleza  e juventude são muito importantes, mas seria mais importante focar na reativação do nível Hormonal, pois isto é a base para elevar o nível hormonal e mantê-las saudáveis, jovens e bonitas.

Com a prática dos exercícios hormonais, o nível Hormonal chega a um nível tão bom como era há 15 anos atrás. Como consequência, elimina os sintomas de baixa hormonal , como pele ressecada, queda de cabelo, etc, vão sendo eliminados um a um.

Uma das funções do estrógeno é também manter as formas femininas do corpo e aumentar a vitalidade, tornando a mulher mais confiante  e melhorando sua autoestima.






A produção hormonal começa a diminuir depois dos 35 anos, portanto, para se manter saudável e com  uma aparência mais jovem, aconselho a começarem a prática de Yoga Terapia é aos 35 anos, preventivamente – antes que o nível hormonal comece a baixar.

Os dois sintomas que mais perturbam o relacionamento são ressecamento urogenital e a baixa da libido. Estes dois sintomas são os primeiros a serem corrigidos. Desaparecem em seguida os sintomas emocionais, como  irritação e fragilidade emocional, como crises de choro, insônia ou depressão.   


YV – Anualmente a senhora viaja para Europa para ministrar seus cursos e ao que tudo indica as alemãs parecem se demonstrar praticantes determinadas e assíduas da sequencia de ásanasdo Yoga Terapia Hormonal para Problemas da Menopausa. Será que pelo tipo de cultura e costumes que adotam isso faz com que as alemãs se interessem mais pela prática do YTH? E as brasileiras? São guerreiras e cumprem o prometido?

DINAH – Viajo todos os anos para Europa, Estados Unidos e Canadá para dar cursos. As alemãs realmente são as mais persistentes na prática e obtêm ótimos resultados. Por outro lado, querem tudo natural e se negam a tomar Reposição Hormonal – elas preferem a reativação hormonal pela Yoga Terapia. Mas,  tenho tido muitos resultados com as alunas brasileiras, pois quando aparecem os sintomas, ficam muito motivadas e praticam até 5 vezes por semana. A melhor  motivação  é ver os resultados das amigas que estão praticando conforme o recomendado. A pior experiência eu tive foi com um grupo de cariocas que relaxavam a pratica para ir para a praia – normal, mas curtir praia não eleva o nível de hormônios! 






YV – Atualmente a senhora está ministrando um curso compacto referente ao Yoga Terapia Hormonal para Diabete. Quais são os benefícios que esta prática proporciona aos diabéticos que a adotam? Existe algum praticante que já conseguiu se livrar do diabetes como consequência da persistência na prática?

DINAH – Assim como criei a yoga terapia para mulheres, criei em seguida yoga terapia para diabete. Tenho tido a felicidade de observar  os ótimos resultados que os diabéticos (tipo 1 ou 2) apresentam:

A taxa glicêmica baixa bastante já durante o primeiro dia de prática, o que os motiva para continuar praticando diariamente.

Para isto produzi um DVD também de Yoga Terapia para Diabete para dar apoio à prática em casa. Ainda não fiz uma pesquisa científica, pois, precisaria, seria melhor organizá-la em conjunto com uma universidade. Mas, meus alunos anotam as mudanças na  glicemia  duas vezes por dia - realmente baixa rapidamente.

A faixa de variação diária da glicemia vai baixando mês a mês e depois de 4 meses se mantém em nível mais baixo (Relato de casos do livro Yoga Terapia Hormonal para Diabete).

Dependendo da sua persistência na  prática, fazendo a dieta recomendada e fazendo caminhadas, alguns diabéticos conseguem manter o nível glicêmico abaixo de 100 – este nível é considerado não diabete.

Ainda não posso afirmar que é possível eliminar definitivamente o diabete, mas, certamente é possível manter a glicemia num nível mais baixo, evitando as consequências do diabete.

É uma decisão pessoal, ser persistente na pratica dos exercícios e poder viver sem diabete. No meu livro tenho relato de alguns casos em que a pessoa elimina  consequências graves do diabete, como dificuldade de a cicatrização de qualquer  ferimento, eliminando problemas de circulação,  falta de sensibilidade nas extremidades, sensação de fraqueza etc. (ver Relato de casos no livro).


YV – Em relação ao Yoga Terapia Hormonal para Estresse e Andropausa, direcionado aos homens, a senhora pretende ministrar um workshop e ainda publicar um livro sobre o assunto? Esta técnica pode contribuir para aumentar o nível da produção de testosterona nos homens de uma forma natural? E, ainda, quais outros benefícios que o homem que apresenta uma baixa hormonal pode conseguir se vier a praticar regularmente o Yoga Terapia Hormonal para Estresse e Andropausa?

DINAH – O livro de  Yoga Terapia Anti Estresse e Andropausa será publicado dentro de 2 a 3 meses. Porém, o DVD estará pronto antes disto, para que os homens possam começar a praticar logo, enquanto esperam pelo curso e pelo livro.

Tenho dado cursos Anti estresse e para Andropausa no Brasil e no exterior, com ótimos resultados. O DVD é muito necessário para dar apoio á prática diária que deve continuar em casa mesmo depois do curso.

Assim, como na baixa hormonal das mulheres é necessário ser persistente na prática, pois os resultados correspondem diretamente à frequência da prática.

O resultado surge rapidamente reativando a produção de testosterona, melhorando a libido e a ereção e eliminando os outros   sintomas um depois do outro.

Mas, preciso reforçar minha recomendação: para obter os resultados desejados é necessário praticar pelo menos 5 dias por semana e se quiser resultados ainda mais rapidamente, pratique diariamente. Assim, obter resultados depende da ter força de vontade.







YV – Então, quer dizer que se uma mulher que se encontra na menopausa praticar o Yoga Terapia Hormonal para eliminar os problemas da Menopausa pelo menos quatro ou cinco vezes por semana, com regularidade e determinação, ficará definitivamente livre do uso de qualquer adesivo ou reposição química hormonal que na grande maioria provocam efeitos colaterais indesejáveis à saúde?

DINAH – Sim, os exercícios hormonais correspondem a uma reposição hormonal, mas com a vantagem de ser uma técnica natural e que não apresenta  os riscos da HRT. Yoga Terapia Hormonal aumenta o nível hormonal e elimina os sintomas de Menopausa. Ajuda também as jovens com  problemas como  TPM , ovário policístico ou dificuldade para engravidar, que são causados por um desequilíbrio hormonal. 

Com esta entrevista espero ajudar muitas mulheres tornando-as mais felizes  e mais jovens  sem os sintomas tão desagradáveis da baixa hormonal.

                                                                                              Dinah Rodrigues



Visite o website da Professora Dinah Rodrigues em:




Mais sobre Yoga Terapia Hormomal em:








Nenhum comentário:

Postar um comentário