17 de fevereiro de 2016

BALÁSANA: A CRIANÇA QUE ESTÁ EM NÓS




HUMBERTO J. MENEGHIN


Acalmar aquela criança inquieta que está em nós muitas vezes parece não ser fácil e requer paciência e até certa criatividade para deixar de lado o que incomoda. No Yoga, uma das posturas mais utilizadas numa prática é balásana, a postura da criança. Uma criança que muitas vezes está feliz e outras não. De fácil execução, a criança que está em nós, no fundo, nos revela quem somos.


Mesmo os praticantes que seguem uma prática de Yoga composta por posturas que são muito avançadas aos olhos alheios, a postura da criança sempre irá aparecer entre um ásana e outro ou apenas após uma inversão que se realizou com o objetivo de aterrar o praticante novamente ao ponto onde começou.


Lembrando um feto que ainda está no ventre materno, a postura da criança, ainda permite nos sentir humildes nem que seja por poucos segundos, pois há uma entrega, seja àquele que mesmo a faz, aos pés de uma Deidade ou de uma pessoa sábia.


Comumente estando de joelhos ao chão o praticante traz o quadril em direção aos calcanhares  e coloca a testa logo à frente em contato com o solo, enquanto que os joelhos se mantém próximos  e para alguns até um pouco afastados.




Por sua vez, os braços podem estar pousados lateralmente ao corpo, em contato com o chão, com as palmas das mãos para cima ou estendidos à frente com as palmas das mãos tocando o solo. Outra opção é sobrepor as mãos abaixo da testa e descansá-la sobre o dorso da  mão que está por cima.  


Enquanto respira por algumas vezes, o praticante percebe o abdômen sobre as coxas das pernas e se deixa levar a um estado de introspecção.


Para concluir a permanência na postura, ciente da criança que está em nós, o praticante traz as mãos próximas aos ombros, inspira e retorna a posição em que se senta sobre os calcanhares.


Conhecida também por Garbhásana, que significa embrião, ou Shashankásana, a criança acalma o corpo, a mente e o espírito e estimula o ajana chakra.







A região lombar é alongada de forma suave e os órgãos internos são massageados e tonificados, o que estimula a digestão e o processo de eliminação.


Balásana é ainda indicada para se ter uma boa noite de sono se for feita por algum tempo antes de ir dormir. No entanto, se os joelhos forem muitos sensíveis para se manterem dobrados, a criança deve ser evitada; dependendo do caso, um cobertor e até mesmo uma pequena almofada poderá ser colocada abaixo deles para aliviar o desconforto.


Desperte a criança que ainda está em você e balásana!


Harih Om!

Curta/LIKE:
https://www.facebook.com/ADOROYOGA/

Um comentário: