2 de agosto de 2012

SERÁ QUE O PHELPS PRATICA YOGA?



HUMBERTO MENEGHIN


Quem testemunha um campeão olímpico de natação vencer várias vezes e quebrar recordes, pode se perguntar: como é possível um ser humano repetir essa façanha, enquanto outros que treinam da mesma forma são superados? Michael Phelps é um atleta que notavelmente se diferencia dos demais atletas. Mas, qual é o seu segredo? Será que ele pratica Yoga?








Se a resposta fosse um aberto sim, muitos com certeza já saberiam como é a sua prática pessoal e ainda muitos já o estariam copiando e até a sequência de ásanas que ele adota já teria sido patenteada aliada a produtos que levariam a sua marca. No entanto, ninguém sabe ao certo qual é o elemento primordial adotado por esse grande campeão da natação mundial que permite que vença a maioria das provas que participa.


Alguns podem sustentar rigidamente que não há segredo algum e que tudo é apenas o resultado de um excelente treinamento combinado com uma dieta específica, a determinação de vencer e o comprometimento de cada vez mais se superar e para aqueles que viajam na maionese, a crença sustentada de que consome periodicamente algum produto metabolicamente energético cuja composição química ainda não pode ser identificada pelos exames anti-dopping


No entanto, não é de hoje que muitos atletas adotam a programação neuro-linguística para conseguir o que querem: ganhar o jogo, vencer a prova, ser campeão.










Através de exercícios específicos e frequentes que impressionam o cérebro, a PNL pode realmente impulsionar aqueles que a eles se dedicam a atingir metas com maior eficiência, seja vencer uma prova olímpica, passar num exame concorrido, enfrentar uma situação difícil e limitadora e até mesmo reduzir um vício.










No Yoga Nidra existe o sankalpa, que nada mais é do que uma resolução interna onde o praticante almeja algo para que se torne realidade. Pessoal, elaborada no presente e curta, durante o sankalpa o praticante vivencia com nitidez e com sentimento o que deseja que se torne real; no entanto, mesmo para que isso aconteça, há que haver comprometimento e ainda que o objetivo seja possível; pois, não adianta, neste momento, realizar um sankalpa seguindo religiosamente a receita, com o intuito específico de ir para o planeta Marte, pois isso com certeza não irá se realizar. 


Pode ser que algum dia mais a frente no tempo, os humanos para lá se vão como se viaja para um outro continente, então esse tipo de sankalpa somente se concretizaria muitos anos à frente, não agora e aquele que desejava isso ardentemente talvez não esteja vivendo mais por aqui para vivenciar essa experiência.










No caso específico de Phelps, como se dedica à natação desde muito cedo, um condicionamento se criou juntamente com as proposições a ele sugestionadas, seja por treinadores ou por ele mesmo. 


Pode ser que também se dedique a visualizações e até mesmo à meditação para se centrar. Mas, será que ele é campeão em todas as áreas da vida ou apenas nas piscinas? E, ainda, será que desfruta da liberdade plena, não se cobra e não é cobrado? E o seu ego como será que é?










Pode ser que pelo fato de sempre vencer, este padrão também se estenda a outras áreas da vida de Phelps demonstrando que é bem sucedido. No entanto, como ser humano, ele não está isento de perdas. Uma delas a perda da vitalidade, que dentro de mais alguns anos não será a mesma e o corpo fisiologicamente já não o permitirá que continue sendo o grande campeão que é no momento. 


Claro que o reconhecimento de seus feitos durarão até que apareça um outro campeão e o supere e mais um outro e mais um outro. E, então, o seu nome será lembrado por apenas uma certa parcela de aficionados pela natação, não deixando, é lógico de ser um modelo para aqueles que seguirão pelo mesmo caminho.









Se Phelps pratica Yoga ou não, isso não importa; pois viver essa vida já é uma prova e ser o vencedor em todas as áreas pode não ser um quesito importante para alguns que por aqui estão.

Harih Om!

Um comentário:

  1. Disciplina, Vontade e Esperança, são quesitos que levam alguém como Phelps a praticar de forma tão exuberante o Esporte que ele escolheu e lhe foi dado.
    Claro que Phelps tem suas falhas, fraquezas, como todo ser mortal.
    Acredito que ele pratique além da Natação, a Meditação, pois na Disciplina há Meditação, há Yoga!

    ResponderExcluir